Praça de São Marcos em Veneza
Ver

Visitando as atrações nos arredores da Praça de São Marcos em Veneza

Provavelmente, a Piazza San Marco é o primeiro lugar que imaginamos quando o tema é Veneza. O sestiere mais antigo da cidade, no passado coração da potente república marítima, ainda hoje abriga a praça homônima considerada uma sala de estar a céu aberto.

Praça de São Marcos em Veneza

Acredito que poucos lugares do mundo competem de igual para igual com a beleza da Praça de São Marcos. Mesmo quem já esteve na cidade mais de uma vez não consegue ficar indiferente a um triunfo de edifícios históricos, obras de arte, pórticos, à detalhes como a orquestra nas cafeterias ou as figuras dos mouros que acionam o sino da torre do relógio.

Praça de São Marcos em Veneza

O acesso mais cenográfico à praça é aquele de quem chega da laguna, mas se você estiver a pé também não ficará decepcionado. À primeira vista, o olhar se perde entre tantas atrações como o Palazzo Ducale, a Biblioteca Nazionale Marciana, o Campanário, a Torre do Relógio e a Basílica de São Marcos.

Praça de São Marcos em Veneza

Diante de tanta beleza a gente chega a ficar desorientado. Para não perder tempo, chegue cedo à praça e compre antecipadamente os ingressos para visitar as atrações de seu interesse.

Praça de São Marcos em Veneza

A Basílica de São Marcos abre suas portas às 9:30 (às 14h nos domingos e feriados). O ingresso é gratuito mas algumas visitar algumas atrações em seu interior, como o Museo di San Marco, o Tesoro (uma coleção de peças bizantinas de ouro e prata, relíquias e objetos litúrgicos) ou a chamada Pala d’oro (retábulo de ouro recoberto de pedras preciosas), custam respectivamente 5, 3 e 2 euros por pessoa. Também vale a pena saber que de 1 de abril a 2 de novembro é possível reservar a sua entrada (por 3 euros), evitando a fila.

Praça de São Marcos em Veneza

Antes de entrar na basílica, não deixe de contemplar as suas cinco cúpulas (uma delas tem 43 metros!), as suas arcadas, mármores, os mosaicos coloridos e as réplicas das esculturas de quatro cavalos (Quadriga) trazidos de Constantinopla durante as Cruzadas.

Praça de São Marcos em Veneza

Entrando, o primeiro impacto é com os mosaicos dourados, uma verdadeira ostentação da riqueza da cidade e que funcionavam como uma espécie de livro ilustrado do antigo e novo testamento.

Praça de São Marcos em Veneza

A Basílica de São Marcos é a expressão máxima da ligação de Veneza com o Oriente e de um passado no qual a Serenissima dominava o mediterrâneo. O nome de São Marcos provém da relíquia do santo; figura extremamente importante para as igrejas católica, ortodoxa e copta. São Marcos era considerado o patriarca e primeiro bispo da antiga Alexandria, no Egito, e o seu corpo foi transportado por dois comerciantes até Veneza. Para realizar essa operação sem serem notados, eles colocaram o corpo do santo em uma cesta e o cobriram com carne de porco. Isso porque esse tipo de carne não podia ser tocada ou inspecionada pelos muçulmanos.

Praça de São Marcos em Veneza

Depois da basílica, um programa imperdível é subir no Campanário de São Marcos. Com um elevador você alcança o topo do monumento de 99 metros de altura e terá uma vista incrível da cidade, admirando do alto o seu labirinto de calli. Acredita-se que ali Galileu teria demonstrado o seu telescópio ao doge Leonardo Donà.

Praça de São Marcos em Veneza

Lembre-se de comprar com antecedência o ingresso para o campanário. Em seguida, dedique alguns momentos para contemplar os inúmeros detalhes da chamada Torre dell´Orologio, construída entre 1496 e 1499 e que além de indicar o dia e a hora também mostra as fases lunares e os signos do zodíaco.

Praça de São Marcos em Veneza

No alto da torre, duas estátuas em bronze (os mouros) batem no sino para marcar as horas e logo abaixo fica o leão alado de Veneza com a pata sobre o evangelho de São Marcos. Observe ainda as figuras do Anjo Gabriel seguido dos Reis Magos que saem e entram em procissão, duas vezes ao ano, no Dia de Reis e no Dia da Ascensão, reverenciando Maria e o Menino Jesus.

Praça de São Marcos em Veneza

Na parte oposta da praça, outra grande atração é o imponente Palazzo Ducale ou Palácio dos Doges, fundado no século IX, sede do poder e residência oficial dos governantes de Veneza. Na chamada “escada dos gigantes”, decorada lateralmente com as estátuas de Marte (símbolo do poder militar) e Nettuno (simbolizando o poder marítimo) eram coroados os doges, uma cena que se repetiu cerca de 120 vezes.

Praça de São Marcos em Veneza

A república de Veneza era politicamente governada em um salão gigantesco, a Sala del Maggior Consiglio, capaz de receber até 1500 pessoas, o número de patrícios venezianos que tinham direito ao voto. Observe os retratos dos doges (só falta um, considerado traidor) e a pintura Il paradiso, de Tintoretto, uma tela giganteaca de 25 metros realizada graças a quatro anos de trabalho.

Praça de São Marcos em Veneza

Visitando o Palazzo Ducale você cruzará com nobreza e miséria humana. Depois de contemplar outras salas ricamente decoradas chegará até a Ponte dos Suspiros – percorrida pelos réus que saíam do tribunal do palácio para chegar até a cela onde seriam aprisionados – e a prisão (Prigioni Nuove). No palácio também existia uma sala reservada a torturas. Um dos prisioneiros mais famosos do Palazzo Ducale foi Giacomo Casanova, que acusado de devassidão conseguiu fugir em 1756.

Praça de São Marcos em Veneza

Lembre-se de reservar o seu ingresso para o Palazzo Ducale e depois de uma imersão na cultura aproveite para passear livremente pela praça, para ouvir a música ao vivo nas cafeterias mais tradicionais de Veneza, como o Caffè Florian, inaugurado em 1720.

Piazza San Marco

Os preços são “salgados” para quem quiser sentar-se em uma de suas mesas e ser servido pelo garçom (um café da manhã pode custar 45 euros por pessoa), mas assim como outras experiências venezianas, como andar de gôndola, é algo que a gente nunca esquece.

Leia também:

Nos bastidores de uma fábrica de vidro em Murano

Veneza adotará o sistema conta-pessoas para regular fluxo turístico

Onde realizar máscaras em Veneza

Conhecendo um Remèr, uma profissão entre as gôndolas de Veneza

Gôndola compartilhada, a solução para economizar em Veneza

Veneza e outros espetáculos de Carnaval muito originais  

INGRESSOS PARA ATRAÇÕES

Se você encontrou dicas e informações úteis nesse blog, uma maneira legal de retribuir o Post-Italy.com é comprar antecipadamente, online, os seus ingressos para atrações italianas, inclusive o Roma Pass, com o nosso parceiro, a Get your Guide. É rápido, em português e você recebe os vouchers diretamente por em-mail. Todo mundo sai ganhando e você evita filas em qualquer cidade da Europa! Você pode dar uma olhada na página da Get your Guide e conferir.

TRANSFERS

Se procura motoristas confiança para te pegar no aeroporto ou para te acompanhar até o hotel ou em qualquer bate e volta, reserve o seu transfer aqui.

RESERVA DE HOTÉIS

Esse blog só existe graças à colaboração de cada um dos leitores. Por isso, se você realizar a sua reserva através dos links do Hostelsclub ou do Booking.com aqui no Post-Italy.com, as plataformas repassam uma pequena comissão para nós e você paga menos pelo seu hotel. Você apoia o nosso site e já sai do Brasil com tudo programado.

SEGURO DE VIAGEM

Ninguém merece imprevistos durante uma viagem. Compare preços e reserve também o seu seguro de viagens, evitando qualquer perrengue durante a sua permanência no exterior.

Seguro viagem geral 300x250

This article has 2 comments

  1. Filipe Morato Gomes

    Pena que Veneza continua sofrendo com o excesso de turismo. É uma cidade encantadora, e só mesmo se afastando da praça São Marcos ainda se consegue captar alguma da sua essência. Grande abraço e obrigado pelo óptimo relato.

  2. anelise sanchez

    Concordo Filipe, um patrimônio tão importante que precisa ser preservado, mesmo às custas de menores entradas econômicas. 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *