Booking.com
cidade de orvieto
Città d'Arte

Bate-volta Roma Orvieto, uma experiência inesquecível

Se depois de ter batido pernas por Roma estiver procurando uma sugestão de bate-volta sem ter que enfrentar o estresse de troca de hotel ou o aluguel de um carro, Orvieto é uma excelente opção.

Vai por mim! Destino localizado na região da Umbria, a menos de uma hora e meia de trem da capital italiana, a cidade é uma verdadeira relíquia artística e não vai te decepcionar.

catedral de Orvieto

Para chegar lá não vale a pena madrugar e perder a chance de saborear o café da manhã no seu hotel.

Da estação ferroviária de Roma Termini partem trens regionais para lá com passagens a preços bem acessíveis: a partir de 7,50 (só ida).

ruas de Orvieto

Na hora de reservá-las no site http://www.trenitalia.com, lembre-se de evitar a chamada “soluzione con cambio”, ou seja, o trajeto com baldeação.

Construída sobre um platô, a 300 metros de altitude, Orvieto foi habitada por etruscos e nos arredores da cidade os arqueológos italianos identificaram diversos túmulos e vestígios dessa antiga civilização.

enoteca em Orvieto

Com o passar dos séculos, Orvieto foi alvo de conquistas e reconquistas por parte dos romanos, godos e bizantinos, até tornar-se sede de contea sob o domínio dos longobardos.

Antiga sede residencial das cortes pontifícias, no ano de 1157 será reconhecida como “cidade autônoma” pelo Papa Adriano IV.

A cidadezinha é famosa por edifícios românicos erguidos no século XII, como as igrejas de Sant’Andrea, na Piazza della Repubblica, e San Giovenale, na Via Malabranca.

catedral de Orvieto, Úmbria

Sua principal atração, no entanto, é o Duomo, uma das mais grandiosas catedrais gótico-românicas italianas, facilmente reconhecível, mesmo à distância, graòas as listras horizontais de mármore travertino e basalto acinzentado.

A obra começou a ser erguida por volta de 1290 e levou quase três séculos para ser concluída.

Acredita-se que ela tenha sido inspirada pelo chamado “milagre de Bolsena”, crença segundo a qual uma hóstia consagrada teria jorrado sangue no pano que decorava o altar de uma igreja localizada na homônima cidade.

beco em Orvieto

O ciclo de afrescos da “Cappella Nuova” do Duomo foi iniciado por Beato Angelico (1477), mas concluído por Luca Signorelli, que também decorou, na mesma igreja, a “Cappella di San Brizio”.

Outro passeio imperdível na cidade é o famoso “Pozzo di San Patrizio”, um enorme poço de 62 metros de profundidade encomendado, por volta de 1527, pelo papa Clemente VII.

O objetivo do pontífice era garantir o abastecimento de água para a população em caso de ataque por parte de forças inimigas.

poço de San Patrizio

A obra foi projetada pelo arquiteto toscano Antonio da Sangallo e levou dez anos para ser finalizada.

Visitar o seu interior é uma experiência incrível porque o percurso prevê duas escadarias de 238 degraus dispostas na forma de espiral para não cruzarem entre si.

Para quema inda tiver pique, Orvieto também possui uma necrópole etrusca e um museu arqueológico que exibe uma coleção de objetos pertencentes à antiga civilização.

orvieto, região da Úmbria

Para saber mais: O Duomo di Orvieto permanence aberto em diferentes horários durante o ano.novembro a fevereiro de 9:30 às 13:00 e de 14:30 às 17:00. De março e outubro das 9:30 às 18:00 e, finalmente, de abril a setembro, das 9:30 às 19:00.

O custo do ingresso para visitá-lo é de 3 euros e, aos domingos e feriados, os horários das visitas podem sofrer alterações.

 

This article has 1 comment

  1. Luciana

    Olá,estou indo para Roma no final de agosto e vou de Florença para veneza (07/09)de trem,devo comprar meus tickets antecipados,antes da minha viagem ou consigo comprar qdo estiver aí em Roma?
    Bj
    Luciana

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *