cárcere maremmano, Roma, Itália
MonumentosVer

Cárcere Mamertino: uma viagem no tempo da perseguição aos cristãos

Além da Basílica de São Pedro e suas outras três igrejas patriarcais (Santa Maria Maggiore, San Giovanni in Lateranno e Basilica di San Paolo Fuori le Mura), Roma é palco de outros lugares fascinantes e capazes de emocionar os cristãos de passagem pela cidade eterna.

Você poderia me dizer: “mas se eu não sou católico, porque deveria dedicar uma parte de minha viagem à Roma visitando lugares de culto e afins­?”

cárcere mamertino

Porque, simplesmente, não dá para separar o Cristianismo da história da cidade eterna e porque essa religião tem influenciado a história da humanidade há mais de 2.000 anos.Aqui, cada esquina exala cristianismo e não é a toa que os romanos costumam dizer que a cidade “vive all’ombra del cupolone”, ou seja, à sombra da cúpula da Basílica de São Pedro.

A Itália reconheceu o Estado Vaticano como soberano em 1929, com o chamado Pacto de Latrão mas, historicamente, sempre existiram divergências entre Roma e a igreja católica.

prisão de São Pedro em Roma

Digamos que já na antiguidade o império romano podia ser considerado uma espécie de melting pot porque, sendo politeísta, abriu suas portas aos povos conquistados e, assim, demonstrava tolerância a diferentes religiões e línguas.

Durante muito tempo os cristãos foram impopulares e considerados subversivos porque não adoravam o imperador e sim a figura de Jesus.

Pregavam a igualdade em uma sociedade escravocrata e foram perseguidos durante o império de Nero (entre os anos 54 e 68).

cárcere maremmano an cidade de roma

A vida dos cristãos na antiga Roma passou a complicar-se  ainda mais quando o crescimento desenfreado do império gerou dificuldades como aquela de manter as próprias fronteiras, justificar o escravismo e defender-se das invasões bárbaras.

Iniciou-se assim um período de dura perseguição aos cristãos, que recusavam-se a servir no exército romano.

O Cristianismo deixou de ser uma doutrina perseguida para conquistar o status de religião oficial do império romano em 313, quando o imperador Costantino converteu-se ao cristianismo.

A idéia era fortalecer um império que beirava a decadência.

cela de São Pedro

A partir de então a igreja começou a consolidar-se e, mais tarde, o império deu início a uma espécie de perseguição invertida, porque em 391 a religião cristã foi imposta a todos os povos por ele dominados, enquanto os demais cultos pagãos passaram a ser perseguidos.

Para reviver a atmosfera daquela época, bem pertinho de uma das atrações mais visitadas da capital italiana – o Coliseu – fica o chamado Cárcere Mamertino; uma masmorra onde, segundo a crença cristã, os apóstolos Pedro e Paulo teriam sido presos.

O local situa-se abaixo da igreja de San Giuseppe dei Falegnami (São José dos Marceneiros), desenhada a partir de 1597, inicialmente pelo arquiteto e escultor Giacomo della Porta (aquele que completou a cúpula da Basílica de São Pedro depois da morte de Michelangelo) e, em seguida, por outros profissionais.

A prisão situava-se em uma antiga cisterna com acesso à chamada Cloaca Maxima, a rede de esgostos da capital – e ainda hoje conserva, intactas, a sua pavimentação e paredes originais.

vestígios arqueológicos cárcere mamertino

Os estudiosos cristãos afirmam que os corpos executados eram jogados diretamente no esgoto e que ali encontra-se uma parede na qual São Pedro teria batido a cabeça, manchando-a com o seu próprio sangue.

São Pedro e São Paulo também teriam sido os criadores de uma fonte, localizada no meio da cela, cujas águas os apóstolos teriam utilizado para batizar dois guardas da prisão.

Atualmente, as visitas ao Carcere Mamertino são realizadas pela ORP (Obra Romana de Peregrinações) e o ingresso custa 5 euros. 

Horários das visitas:  Nos meses de inverno: das 9h às 17h; no verão das 9h às 19h. Endereço: Via Clivio Argentario, 1 (Ali pertinho do Altare della Patria)

Procurando hospedagem? Reservando um hotel em qualquer parte do mundo, aqui no Post-Italy.com, você não paga nem um centavo a mais por isso e eu ganho uma pequena comissão.
Assim você colabora com a atualização constante do site e eu agradeço!



Booking.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *