Booking.com
inverno e frio intenso na Itália
Informações práticas

Inverno na Itália: emergência frio e sem-teto

Nos últimos dias a Itália está enfrentando um frio intenso. Até em Roma, onde o inverno costuma ser mais ameno, o cenário é dominado por fontes congeladas, moradores e turistas que circulam de gorro e luvas para resistir a temperaturas que atingiram -2 graus.

inverno e frio intenso na Itália

O frio inusitado que suscita maravilha em muitas pessoas, para outros representa uma verdadeira luta pela sobrevivência. Ali mesmo, ao lado das famosas colunas projetadas por Gianlorenzo Bernini para a Basílica de São Pedro, muitos moradores de rua procuram abrigo durante à noite. O que durante o dia é uma praça caracterizada pelo vai e vem de centenas de turistas, à noite é palco de um refúgio improvisado com papelões e cobertas.

sem teto na Itália

Nas proximidades da estação ferroviária de Termini a situação é análoga. Nas calçadas localizadas arredores do abrigo administrado pela Caritas é fácil cruzar com barracas de quem tenta superar o frio. 

Nas últimas 48 horas a Itália registrou oito mortes provocadas pelo gelo e para proteger os moradores de rua o Papa Francisco comunicou uma série de iniciativas. Os dormitórios do Vaticano localizados na Via dei Penitenzieri permanecerão abertos inclusive de dia e aqueles que preferem não deslocar-se receberão sacos de dormir capazes de resistir a temperaturas de até – 20 graus. Muitos automóveis de propriedade do Vaticano também foram deixados abertos na rua para que os homeless possam se proteger do frio.

Diversas associações de voluntariado estão promovendo a organização de almoços e jantares para os sem-teto, na Itália chamados de “clochard”. O tema dos moradores de rua é particularmente sentido pelo pontificado de Papa Bergoglio. O tema dos moradores de rua é particularmente sentido pelo pontificado de Papa Bergoglio. Em novembro do ano passado foi inaugurada no Vaticano uma estátua de bronze representando Jesus como um sem teto. A obra foi realizada pelo escultor canadense Timothy P. Schmalz.

Jesus clochard, Vaticano

Nos últimos anos, o número de moradores de rua na Itália cresceu significativamente. Em 2011 eram cerca de 47.600 pessoas. Atualmente chega a 50.700. Entre os sem teto, 87% são homens e 58% deles são imigrantes. Um em cada cinco homeless vive nas ruas há pelo menos quatro anos, o que confirma uma situação não transitória.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *