Blog sobre viagens e turismo na Itália.
Booking.com
comida italiana
Diário

Itália é o país mais saudável do mundo

Os escândalos envolvendo a Operação Carne Fraca no Brasil e a sua repercussão internacional coincidem com uma notícia que, aqui na Europa, confirma aquela que era uma suposição: a Itália é o país mais saudável do mundo.

De acordo com o Global Health Índex, publicado pela Bloomberg, uma criança nascida na Itália tem alta probabilidade de superar os oitenta anos de idade.

O estudo avaliou 163 países de acordo com critérios como expectativa de vida, causas de mortalidade e riscos para a saúde, como a obesidade e o tabagismo, entre outros.

A Itália ocupa o vértice do ranking das nações mais saudáveis, seguida pela Islândia, Suiça, Cingapura e Austrália. De acordo com Adam Drewnowski, diretor do centro de nutrição da universidade de Washington, a dieta mediterrânea é um dos fatores considerados primordiais para esse sucesso. O consumo frequente de frutas e verduras frescas, azeite, carnes magras e peixe fazem toda a diferença quando o assunto é saúde.

Um dos livros mais vendidos ultimamente é aquele da Dieta da Longevidade elaborada pelo cientista italiano Valter Longo, da University of South California. Na obra, ele cita Molochio, vilarejo da região da Calábria onde nasceram os seus pais. Ali vivem vários cidadãos que superaram um século de vida, mas esse não é o único lugar da Itália que virou notícia pelo mesmo motivo.

Pensando na alimentação dos italianos, a primeira coisa que nos vem em mente é a pasta ou macarrão. Fica complicado entender porque quem consome carboidratos com frequência consegue manter uma saúde de ferro.

Em vez de cortar qualquer alimento, os italianos preferem moderar o seu consumo. Comer menos, mas melhor. Preferir produtos cultivados no próprio território – quando possível orgânicos – e privilegiar pratos preparados em casa em vez de preparados industriais. Sim! Comemos macarrão todos os dias, mas quase sempre com molhos saudáveis, e as geladeiras, em geral, são repletas de verduras e alimentos frescos. Um exemplo banal? Aqui é preferível dar um pulo rápido no supermercado para comprar o leite a cada dois dias do que estocar em casa um Tetra Pak de leite UHT.

Claro que existem ocasiões para fugir da regra. Italianos adoram longos almoços gulosos em família. Não renunciam a jantares entre amigos, preferivelmente acompanhado por um cálice de vinho, mas isso também faz parte da arte de saber viver, balanceando as coisas.

This article has 3 comments

  1. Denya

    Oi Anelisa. Gostei muito do posto! Eu reaprendi a me alimentar aqui, selecionando os produtos e dando preferência aos alimentos frescos.
    Abraços de Firenze
    Denya

  2. Denya

    Anelise*?

  3. anelise sanchez

    Obrigada querida! Tenha um bom dia!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *