Booking.com
livrarias na Itália
Tocar

Livrarias na Itália oferecem livros grátis aos clientes

Ultimamente aqui em casa está acontecendo um contínuo vai e vem de livros. Como minha filha está crescendo, decidimos juntas que poderíamos doar os volumes em língua italiana que ela leu na infância. Só conservamos aqueles em português.

Separamos os livros e os levamos até á escola que ela frequentou no primário. Chegando lá as crianças adoraram a surpresa e, imediatamente, começaram a folheá-los. Para quem ama literatura, nada mais gratificante do que ver um livro “ganhar” uma segunda vida.

Livrarias na Itália

A Itália não é um país de devoradores de livros. Na década de 60 só 16,3% da população lia regularmente. Esse percentual era justificado pelo fato que, na época, ¾ dos italianos só tinha frequentado o primário. De lá para cá muita coisa mudou, mas segundo as estatísticas de 2016, mais da metade da população do país não tem o hábito de ler e os dados são ainda mais dramáticos entre os adolescentes com idade entre 11 e 14 anos (-25%).

Livrarias na Itália

Por sorte, na Itália ainda existem e resistem os chamados “lettori forti”; aqueles que leram pelo menos 12 livros no último ano. De norte a sul do país, tenho notado um grande movimento de incentivo à leitura, mesmo em um período de tímido crescimento econômico. Para quem gosta de unir livros com possíveis amizades, aqui estão se multiplicando os grupos de leitura formados por pessoas que, depois de escolher um romance, encontram-se para refletir sobre o conteúdo de suas páginas. Quase uma “terapia” de grupo que nem sempre acontece nas bibliotecas, mas também em escritórios e fábricas.

Em alguns aeroportos como aquele de Trieste ou aqueles de Linate e Malpensa, em Milão, iniciativas de book-crossing convidam os passageiros a deixar em prateleiras um volume já lido e amado e, em troca, escolher outro livro para levar no avião e para casa.

Livrarias na Itália

Fotos: Libri Liberi/Trieste Prima

Seguindo uma tendência mundial, em algumas cidades italianas como Trieste, Bolonha e Nápoles também existem livrarias que propõem uma fórmula inédita. Os clientes não precisam devolver o livro, como em uma biblioteca, ou oferecer um volume em troca de outro, como no book-crossing.

Em Bolonha, Libri Liberi (Livros Livres) já é uma referência para os moradores da cidade. Já a fachada de Libribelli, em Trieste, coloca em evidência a ideia da iniciativa: “aqui os livros não se compram e não se vendem“. 

Cada um pode folheá-los nas prateleiras e levar para casa, gratuitamente, os livros que quiser. Em Nápoles a livraria com esse princípio fica no bairro de Soccavo e além de reduto de livros e de histórias em quadrinhos o lugar também se transformou em um ponto de encontro entre os locais. Se você estuda a língua italiana e planeja uma viagem para cá, frequentar uma dessas livrarias é uma boa oportunidade de encontrar livros para praticar o idioma ou, no mínimo, voltar para casa com uma boa história para contar.

Endereços das livrarias:

Trieste: Via Risorta, 12/A

Bolonha: Via San Petronio Vecchio, 57

Nápoles: Centro Juvenil “Na.Gio.Ja”, Via Adriano, Soccavo.

PULE A FILA E COMPRE INGRESSOS ANTECIPADOS

Uma maneira legal de retribuir o Post-Italy.com por todas as informações e dicas que você encontra aqui é comprar antecipadamente, online, os seus ingressos com o nosso parceiro, a Get your Guide. Todo mundo sai ganhando e você evita filas em qualquer cidade da Europa! Você pode dar uma olhada na página da Get your Guide ou nos links aqui embaixo, com algumas da principais atrações de Roma.

RESERVA DE HOTÉIS

Esse blog só existe graças à colaboração de cada um dos leitores. Por isso, se você realizar a sua reserva através dos links do Booking aqui no Post-Italy.com, a plataforma repassa uma pequena comissão para nós e você paga menos pelo seu hotel. Você apoia o nosso site e já sai do Brasil com tudo programado.

Booking.com 

SEGURO DE VIAGEM

Ninguém merece imprevistos durante uma viagem. Compare preços e reserve também o seu seguro de viagens, evitando qualquer perrengue durante a sua permanência no exterior.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *