Booking.com
escultura-moisés-michelangelo
OuvirSinos de igrejas e basílicas

Poesia de mármore: Moisés de Michelangelo ganha nova iluminação

A famosa estátua do Moisés esculpida por Michelangelo para decorar o túmulo do Papa Júlio II (Giuliano della Rovere) é uma das obras mais intrigantes do artista.

Moisés, Michelangelo, San Pietro in Vincoli, Roma

Foto: Andrea Jemolo

Muitas personalidades dedicaram tempo e usaram o raciocínio ou a intuição para tentar decifrar os elementos iconográficos que identificam a escultura. Sigmund Freud foi um deles. Durante a sua permanência em Roma o psicanalista afirmou que nenhuma outra estátua foi capaz de impressioná-lo tanto. Durante vários dias estudou a sua postura e os seus “movimentos”, como aquele de quem toca com os dedos a própria barba.

Moisés, Michelangelo, San Pietro in Vincoli, Roma

O cineasta Michelangelo Antonioni também foi atormentado pela figura do Moisés. Mesmo com idade avançada, Antonioni produziu o curta-metragem “Lo sguardo di Michelangelo” (O olhar de Michelangelo).

Moisés, Michelangelo, San Pietro in Vincoli, Roma

Foto: Andrea Jemolo

Moisés é apenas uma das esculturas do monumento funerário de Júlio II (o projeto inicial previa 40 delas), mas sem dúvida a mais majestosa. Nada foi deixado ao acaso por Michelangelo. Muito pelo contrário. Cada detalhe do túmulo foi minuciosamente projetado para ser perfeitamente exposto à luz.

Moisés, Michelangelo, San Pietro in Vincoli, Roma

A iluminação era considerada um elemento indispensável para o artista. Originariamente, o monumento deveria ser colocado na Basílica de São Pedro, mas quando essa hipótese foi descartada a igreja substituta seria Santa Maria del Popolo. Michelangelo foi pessoalmente até o lugar de culto para conferir a sua arquitetura, mas mudou de ideia porque ali não encontrou a iluminação que precisava.

Moisés, Michelangelo, San Pietro in Vincoli, Roma

Fotos: Andrea Jemolo

Logo em seguida decidiu que o cenário para o túmulo de Júlio II seria a igreja de San Pietro in Vincoli, situada a poucos metros do Coliseu. Ali, exigiu que no teto fosse aberto um grande arco na direção do coro dos frades. Essa estratégia permitiria que os raios de sol atingissem a parte posterior da estátua de Moisés, criando um efeito que hoje seria considerado “tridimensional”.

Moisés, Michelangelo, San Pietro in Vincoli, Roma

O Moisés foi esculpido com o olhar na direção da janela à sua esquerda e a sua testa era iluminada por raios de sol que simbolizariam a salvação. Infelizmente, o genial projeto do artista italiano foi alterado com o tempo. A janela à direita foi fechada e aquela do lado oposto ampliada, incidindo totalmente no projeto de iluminação inicial.

Moisés, Michelangelo, San Pietro in Vincoli, Roma

Foto à esquerda: Andrea Jemolo

Um grande maestro merece que o seu talento continue sendo reconhecido e inspirando gerações futuras. Foi por esse motivo que o complexo de esculturas do túmulo de Júlio II foi o destinatário de um vanguardista projeto de iluminação. Graças ao trabalho do arquiteto e restaurador Antonio Forcellino e de Mario Nanni – mais conhecido como o poeta da luz – romanos e turistas do mundo inteiro poderão conferir a “cenografia de mármore” imaginada por Michelangelo.

Moisés, Michelangelo, San Pietro in Vincoli, Roma

Com o patrocínio privado de Il Gioco del Lotto e a supervisão da Sopraintendenza Speciale per il Colosseo e l´area archeologica centrale di Roma, o projeto estudou a intensidade e as tonalidades da luz que invade a Basílica em diversos momentos do dia. Com várias lâmpadas a LED e programas computadorizados, os profissionais simularam perfeitamente a iluminação que entraria da janela caso ainda estivesse aberta. Reproduziram o jogo de luzes imaginado originariamente por Michelangelo criando um efeito que não deixe ninguém indiferente.

Moisés, Michelangelo, San Pietro in Vincoli, Roma

O monumento também foi restaurado e durante os trabalhos foi confirmada a tese que a estátua de Papa Júlio II e as esculturas intituladas Vita Attiva (à direita de Moisés) e Vita Contemplativa (à esquerda de Moisés) também são de autoria de Michelangelo. A nova iluminação deixa todos boquiabertos e o meu momento preferido é quando a luz alaranjada – típica de Roma nas tardes de primavera – invade o rosto de Moisés. Poesia pura e dura como o mármore.

Igreja de San Pietro in Vincoli: Piazza di San Pietro in Vincoli 4/a. Metrô mais próximo: Linha B, parada Colosseo. Aberta diariamente das 8h às 12h30 e das 15h às 19. Entrada livre.
Como você pode contribuir com a atualização constante do Post-Italy.com? Contratando os serviços de nossos parceiros afiliados. Reservando qualquer hotel na caixa de busca do Booking.com presente aqui no site sem pagar nada a mais por isso, comprando antecipadamente aqui os ingressos para os principais monumentos italianos com a nossa parceira Get your Guide ou adquirindo ingressos para shows nos banners que você encontra na lateral direita do site. Obrigada!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *