Booking.com
Roma secreta

Trastevere secreta: um passeio grátis e inesperado em Roma

Um dos aspectos mais agradáveis de morar em Roma é que essa cidade nunca deixa de te surpreender. A cada dia que passa, descubro na própria carne que essa não é uma capital para quem gosta de bancar o sabichão.

Não foi por acaso que Roma conquistou o ambicioso status de cidade eterna. Quantas capitais são capazes de provocar, na maior parte dos turistas com fracos anticorpos culturais-emotivos (usando uma expressão do escritor Antonio Tabucchi), aquela agradável e momentânea taquicardia típica da síndrome de Stendhal?

Uma estante repleta de volumes sobre a capital, o domínio de sua língua e milhares de passos percorridos de uma parte a outra do Tibre não nos dão o direito de afirmar que conhecemos tudo sobre a cidade. Uma vida inteira não bastaria para desvendar Roma. Quando cometemos o erro ingênuo de repetir que sabemos todos os seus segredos, a cidade retruca a nossa afronta com um tapa de luva de pelica. Digo isso porque um dia que você imagina como rotineiro pode revelar-se magnífico em Roma.

passeios-em-trastevere-roma

Semana passada acordei cedo para acompanhar minha filha até um hospital localizado no bairro de Trastevere e chamado Nuova Regina Margherita. O mau humor matutino e as reclamações por culpa do trânsito foram logo recompensadas por algo inesperado. Descobri que, durante o período do império, na área ocupada atualmente pelo hospital existia um anfiteatro das chamadas naumacchie, ou seja, as batalhas navais promovidas pelo imperador Augusto.

Nos séculos seguintes, o local foi transformado em um mosteiro e ali foi erguida uma igreja em homenagem a São Cosme e Damião, hoje chamada de San Cosimato in Trastevere. Por volta do século XIII, o complexo ficou em estado de abandono, até ser cedido à Ordem das Clarissas em 1234, que criaram um convento no local.

Dois séculos mais tarde, por volta de 1475, o edifício foi reformado por ordem do Papa Sisto IV (Francesco dela Rovere) e em 1870 foi comprado pelo estado italiano, que inaugurou ali uma casa de repouso para idosos e, em seguida, o Ospedale Nuova Regina Margherita. O hospital possui um lindo pátio interno decorado com vestígios de inscrições antigas, epígrafes, sarcófagos e afrescos, além de um encantador jardim com laranjeiras.

Nem sempre a igreja de San Cosimato permanece aberta, mas quem tiver a chance de visitá-la encontrará em seu interior um afresco realizado por um dos colaboradores de Pinturicchio: Madonna con il Bambino tra i santi Francesco e Chiara, obra de Antonio del Massaro, mais conhecido como “il Pastura“. Quem estiver nos arredores de Viale Trastevere e quiser aventurar-se pelo pátio do hospital não sairá de lá arrependido.

Para chegar lá: Ospedale Nuova Regina Margherita –  Viale Morosini, 30 (esquina com Viale Trastevere) – Bonde Elétrico número 8 que sai do Largo di Torre Argentina

Sobre Viale Trastevere, leia também:

Passeio grátis em Trastevere: per grazia ricevuta 

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *