Booking.com
Itália
Informações práticas

Como será a Itália do futuro?

Como será a Itália do futuro? Essa é a pergunta que os pesquisadores do Istituto Nazionale di Statistica (Istat) tentaram responder com um estudo divulgado ontem e intitulado “O futuro demográfico do país. Previsões regionais da população residente em 2065“.

Antes de mais nada, a Itália será um país menos populoso. Em 2016 os seus habitantes eram cerca de 60,7 milhões de cidadãos, mas as previsões indicam que em 2065 o número de residentes cairá para 53,7 milhões. Nesses cálculos, um peso determinante é aquele da imigração, que continuará a contribuir com os nascimentos na Itália. Estima-se que, anualmente, o território receberá cerca de 300 mil imigrantes. Já os italianos que decidirão viver no exterior chegarão, até 2065, em 6,7 milhões de pessoas.

Outro dato significativo refere-se ao desequilíbrio na distribuição da população em território nacional. Os pesquisadores apostam em um crescente deslocamento dos habitantes do sul da Itália para o centro e para o norte do país. No centro-norte se concentrará 71% dos residentes, contra os 66% de hoje.

A idade média dos italianos também será mais avançada. O estudo sustenta que em 2065 a idade média da população será de 50 anos, quase seis a mais em relação aquela registrada atualmente, que é 44,7 anos.

A boa notícia é que a Itália continuará sendo um dos países de grande longevidade. Em 2065, a expectativa de vida será de 86,1 anos para os homens e de 90,2 para as mulheres. Obviamente, esse dado incidirá no sistema previdenciário italiano.

O número médio de filhos também passará de 1,34 a 1,59 por pessoa, mas essa tendência positiva não será suficiente para compensar o número de mortes.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *