Matera, capital europeia da cultura 2019
Informações práticas

Como chegar em Matera. Dicas para quem viaja com ou sem carro

Matera foi eleita a capital europeia da cultura 2019. É o momento em que a cidade está sob os holofotes da mídia e uma dúvida comum entre os leitores do Post-Italy.com é: qual a melhor maneira de chegar até lá se eu viajo sem carro? Até agora, a logística dos turistas que contam com o sistema de transporte público italiano para explorar Matera não é simples.

Matera

Uma opção é pegar os trens que partem de grandes metrópoles como Milão, Roma e Nápoles e chegam até Ferrandina-Scalo Matera, a estação mais próxima à cidade dos “sassi”.

Matera

A questão é que esse serviço oferecido pela Trenitalia prevê no mínimo duas baldeações. Por exemplo: primeiro é preciso pegar um trem que sai de Roma Termini e chega até Salerno em 2h55. De lá, é necessário trocar de trem e, com aquele Regionale, em 1h47 você desembarca em Potenza. De lá, a última etapa é um ônibus até Ferrandina-Scalo Matera. Número total de horas viajando: 7h06. Além disso, em Ferrandina os táxis e os ônibus são esporádicos e ainda faltam cerca de 30 quilômetros para chegar até Matera.

Matera

A situação melhorou um pouco quando a Trenitalia passou a oferecer o serviço Freccialink. Saindo de grandes cidades você pode pegar um trem de alta velocidade (Freccia) que te leva até Salerno e de lá existem ônibus de 16 lugares que chegam em Matera em cerca de 2h55. O preço dessa tarifa, na data da publicação desse post, é de 57,90 euros para pouco mais de cinco horas de viagem. Para voltar até a estação de Salerno, os ônibus Freccialink saem de Matera (Piazza Matteotti) às 9h55 e às 11h55 (nos fins de semana, às vezes, em um único horário).

Matera

Na verdade desde a década de 80 existe um projeto de infraestrutura para a construção de uma linha ferroviária que conecte Matera com o resto do país.

No entanto, o relativo isolamento de Matera, pelo menos no papel, parece estar com os dias contados. A Ferrovie Appulo Lucane (Fal) acaba de inaugurar uma vasta área de estacionamento ferroviário, para ônibus turísticos e carros em Serra Rifusa (cerca de 5 km de Matera). Essa é a primeira obra regional que pretende expandir uma rete ferroviária que já liga Bari à capital europeia da cultura 2019 em cerca de 1h40 e prevê paradas como Altamura, Matera Serra Rifusa, Matera Villa Longo e Matera Centrale. Assim, as regiões Puglia e Basilicata estão mais próximas do ponto de vista dos transportes. Consulte todos os horários de partida no site https://ferrovieappulolucane.it/

Matera

Do ponto de vista de investimentos nacionais, até 2022 espera-se poder viajar de trem de Roma a Matera em cerca de 3h30. Se você pretende explorar a Puglia e de lá chegar até à Basilicata, a minha sugestão é que use Bari como base de apoio porque, de lá, ao contrário do que acontece em cidades menores, a frequência dos trens regionais para lugares como Matera será maior. Por enquanto, a melhor alternativa ainda é o aluguel de um carro porque essa opção permite que você faça paradas estratégicas em cidades lindas como Polignano a Mare e Altamura, por exemplo.

Matera

Para quem prefere viajar de carro, a distância de Roma até Matera é de aproximadamente 460 km e a viagem até lá pode superar cinco horas. Você deve percorrer a rodovia A1/E45 até Nápoles e depois pegar a saída A30 que indica Salerno/Reggio Calabria/Avellino/Bari. Em seguida, percorrerá a E45 /A3 na direção de Reggio Calabria até a saída E 487 para Sicignano/Potenza/Matera. A viagem pode ser bem cansativa e nós optamos por uma solução “híbrida”; avião até Bari, na Puglia, e de lá aluguel de carro para explorar a região e seguir até Matera. A distância de Bari até Matera é de cerca 73 km.

Clicando nos banners do nosso parceiro, a Rentcars, aqui no site, você pode comparar e conseguir as melhores tarifas para o aluguel de um carro na Itália.

DICA: Se você quiser evitar qualquer preocupação, viaje com  a gente até Matera. Em um roteiro de nove dias (oito noites), percorremos Matera, Nápoles e Salerno ou, se preferir, embarque conosco em um itinerário de seis dias por Alberobello, Altamura, Bari, Lecce, Locorotondo, Matera e o Salento. Para informações: postitalyblog@gmail.com

Leia também:

Como viajar de trem na Itália: guia prático e vocabulário útil.

This article has 5 comments

  1. Eduardo Luz

    Olá. Estou enganado ou não tem informação nenhuma pra quem quer ir de carro?
    Abs.

  2. anelise sanchez

    Olá Eduardo! Acho que quando inseri a última imagem o WordPress acabou “comendo” uma parte do texto. Já copiei o parágrafo que faltava. Obrigada pela indicação! Abs.

  3. Loanda Campello

    Olá Anelise, fiquei em dúvida quanto ao serviço Freccialink. É um ônibus, que está associado ao trem de alta velocidade? Ou pode ser utilizado separado? No caso de eu já estar em Salerno, posso utilizar esse transporte para ir até Matera?

  4. anelise sanchez

    Bo dia Loanda, tudo bem? Sim, é um ônibus de 16 lugares cujo serviço é vinculado à venda das passagens de trem e por isso não pode ser vendido separadamente. 🙂

  5. Loanda

    Obrigada! Beijo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *