Arezzo Toscana
Città d'ArteVer

O que fazer em Arezzo, a “nobre senhora” da Toscana

Lembro como se fosse hoje. A primeira vez que estive em Arezzo ainda não morava na Itália. Era 1999, dois anos após a estreia de A vida é bela, de Roberto Benigni, em boa parte gravado na cidade. Quem se lembra da cena na qual Guido e a sua “principessa” caminham ao longo da Loggia Vasari?

Arezzo, Toscana, Itália

A minha ida até lá coincidiu com a Giostra del Saracino, a competição organizada no penúltimo sábado de junho e no primeiro domingo de setembro.

Arezzo, Toscana, Itália

O evento remete ao período medieval e, além de um desfile histórico, envolve cavalheiros que representam quatro áreas da cidade. Sobre cavalos e vestidos com trajes de época, os participantes galopam com uma lança na mão.

Arezzo, Toscana, Itália

O objetivo é atingir o escudo do busto de um cavaleiro situado no centro da Piazza Grande e que representa um saraceno armado. Naquela época ainda usava uma câmera reflex com rolo de filme e, recentemente, olhando as fotos realizadas na cidade, para mim a sua beleza ficou ainda mais evidente.

Arezzo, Toscana, Itália

Voltei para lá outras três vezes por questões afetivas (meus bisavós eram originários da província de Arezzo) e como a cidade faz parte de tantas anedotas contadas em família, para mim é impossível circular entre suas ruelas medievais e não recriar um filme em minha cabeça.

Arezzo, Toscana, Itália

Se Arezzo está em seus planos de viagem para a Toscana, reserve pelo menos um dia inteiro para conhecê-la e, se puder, o ideal seria passar pela cidade no primeiro sábado ou domigo do mês.

Arezzo, Toscana, Itália

Isso porque nessas ocasiões acontece em sua praça principal a Fiera Antiquaria, o mercado de antiguidades. Arezzo é uma das cidades mais ricas da região e essa prosperidade pode ser atribuída, em grande parte, a sua renomada produção de joias. O combo joalherias + lojas de antiquários adapta-se perfeitamente à arquitetura da cidade.

Arezzo, Toscana, Itália

O ponto de encontro de turistas e moradores é a famosa e íngreme Piazza Grande, projetada por um arquiteto e pintor ao qual os italianos devem muito: Giorgio Vasari

Arezzo, Toscana, Itália

Nascido na cidade, Vasari foi o autor de uma série de biografias de expoentes da arte italiana e graças a ele que conhecemos detalhes da vida de diversos artistas do Renascimento. Sua casa natal pode ser visitada na Via XX Settembre, no centro histórico, e lá você poderá contemplar, inclusive, as salas com os afrescos realizados pelo pintor.

Arezzo, Toscana, Itália

Em matéria de afrescos, Arezzo abriga um dos ciclos mais importantes dessa técnica artística. Eles encontram-se na Basilica di San Francesco, do século XIII. Sua fachada austera não antecipa a grandeza de seu interior. Ali, Piero della Francesca realizou uma obra-prima: A lenda da Cruz Vermelha, com cenas que narram a história da cruz na qual Cristo foi crucificado.

Arezzo, Toscana, Itália

Nos arredores da basílica, no Corso Italia (de costas para a Piazza Grande), também fica a Pieve di Santa Maria e sua rica fachada românica e outra atração símbolo da cidade é o Duomo di Arezzo, famoso por um vitral do século XVI e também por um afresco de Maria Madalena de Piero della Francesca.

Arezzo, Toscana, Itália

Ali, Roberto Benigni ambientou a cena na qual seu personagem, Guido, estendeu um tapete vermelho para que Dora não pisasse no chão molhado pela chuva.

Arezzo, Toscana, Itália

Para confirmar a riqueza e importância da cidade, caminhe até o Palazzo Pretorio para admirar os emblemas de famílias nobres de Arezzo e conheça a Fortezza Medicea, fortaleza fortaleza construída por ordem dos poderosos Medici para proteger a cidade de eventuais ataques.

Arezzo, Toscana, Itália

Para chegar lá: A distância entre Arezzo e Florença é de pouco mais de 80 quilômetros e de Roma cerca de 225 quilômetros. Se você pretende alugar um carro para explorar a Itália, não deixe de consultar as tarifas oferecidas pelo nosso parceiro, a Rentcars. Você também pode chegar até lá pegando um trem regional. Partindo de Roma, esse percurso é percorrido em aproximadamente 2h35 e custa a partir de 15,50 euros (só ida). Para saber como usar o sistema ferroviário italiano, não deixe de ler o post Como viajar de trem pela Itália. Guia prático e vocabulário útil.
Tours e passeios pela Toscana: Se a Toscana está em seus planos de viagem para a Itália fale com a gente. Organizamos um bate-volta até Florença com acompanhante em português ou tours de degustação enogastronômicos por cidades como Montalcino, Montepulciano, San Gimignano e pela região do Chianti. Informações: postitalyblog@gmail.com 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *