Santuário de Santa Rita de Cássia na Itália
Ver

Viver a emoção de visitar o Santuário de Santa Rita de Cássia

Itália também é sinônimo de turismo religioso e o Santuário de Santa Rita de Cássia é uma das metas mais procuradas pelos peregrinos brasileiros que organizam uma viagem para o país. Principalmente durante o mês de maio – época em que se comemora a santa, no dia 22 – todos os anos centenas de devotos do mundo inteiro visitam  o Santuário de Santa Rita.

Santuário de Santa Rita de Cássia

Cada um chega até lá por motivos muito pessoais e o importante não é especular o por quê. Por trás de vidas aparentemente perfeitas, nas quais cada peça parece encaixar-se com as outras e onde não encontramos indícios evidentes de um mal- estar pode existir um ser humano frágil. Podem acumular-se preocupações com o futuro. Podemos encontrar nós indissolúveis.

Santuário de Santa Rita de Cássia

Só quem está enfrentando uma situação difícil na própria pele sabe a importância de, nos percalços, agarrar-se a certezas, de alimentar esperanças, e no Santuário de Santa Rita de Cássia cruzamos com os mais variados percursos de vida.

Santuário de Santa Rita de Cássia

O local fica na pequena Cássia, na região da Úmbria. Se trata de uma cidade tranquila, relativamente isolada dos grandes centros urbanos e cercada por montanhas. Como a logística para ir até Cássia não é muito simples, só mesmo os fiéis mais motivados chegam até lá (leia os detalhes no final do post). Cássia fica na província de Perugia e cada detalhe dessa cidade de forte atmosfera espiritual evoca Santa Rita.

Santuário de Santa Rita de Cássia

Ao contrário de outras mártires da igreja católica, Santa Rita foi esposa e mãe. Rita era filha única e apesar de demonstrar a própria vocação religiosa desde a infância, obedeceu os pais e casou-se ainda adolescente com Paolo; um homem agressivo com o qual teve dois filhos. Após 18 anos de vida conjugal, seu marido foi assassinado e enquanto Rita reagiu a esse acontecimento perdoando os assassinos, seus dois filhos pretendiam vingança para honrar a figura paterna. Ambos morreram antes de vingar a morte do pai e, sozinha, Rita voltou a pensar em sua verdadeira vocação.

Santuário de Santa Rita de Cássia

Por três vezes consecutivas pediu para ingressar no Mosteiro das freiras agostinianas de Cássia, mas isso lhe foi negado. Segundo a crença cristã, em suas orações Santa Rita invocava São João Batista, São Agostinho e São Nicola Tolentino, e teriam sido eles os responsáveis pela introdução de Santa Rita dentro do monastério de Cássia, onde ela permaneceu por mais de quatro décadas.

A vida de Santa Rita narrada pela igreja católica é profundamente ligada a momentos de profunda devoção. Em 1432, durante suas orações, ela teria perguntado a Jesus se poderia compartilhar seus sofrimentos. Sua cabeça teria sido atravessada por uma das espinhas da coroa de Cristo e por mais de 15 anos a santa levou essa chaga como sinal de amor.

Santuário de Santa Rita de Cássia

Sua imagem é associada à rosas porque, em um dia de inverno rigoroso, Santa Rita teria recebido a visita de um parente e, ao despedir-se, lhe perguntou se precisava de algo. Ela sugeriu que lhe trouxesse uma rosa e dois figos do jardim de sua casa em Roccaporena (a cerca de 6km de Cássia). Para sua surpresa, apesar da neve ali foram encontrados a rosa e os figos maduros em pleno inverno.

Santa Rita foi beatificada 180 anos depois de seu falecimento e santificada 453 anos após a data de sua morte. Para os fiéis, a emoção de visitar a cidade de Cássia está no fato de repercorrer os lugares que fizeram parte das diversas fases de sua vida.

Cássia é pequena e você pode começar a sua visita pela basílica, facilmente reconhecível graças à sua fachada com baixos-relevos em mármore travertino. O edifício de culto foi concluído em 1943 e seu interior é decorado com cores vivas e vibrantes. O momento mais emocionante para os devotos é aproximar-se de uma grade de ferro batido para contemplar a capela onde encontra-se a urna com o corpo de Santa Rita.

Santuário de Santa Rita de Cássia

Depois da basílica, os peregrinos dirigem-se até o mosteiro de 1220 onde a santa, junto com outras freiras de clausura, viveu por 40 anos. Ali os visitantes são recebidos por um sacerdote que resume os momentos mais significativos da vida de Santa Rita e no dia em que estive ali – coincidência ou não – o sacerdote que nos guiou era uma amigo que já conhecia.

O santuário fica no alto de uma colina e em Cássia você também encontrará algumas poucas livrarias e lojas de lembranças. Após a visita ao Santuário de Santa Rita de Cássia, muitos peregrinos decidem chegar até o vilarejo Roccaporena, cidade natal da santa, enquanto outros preferem emendar o passeio com uma esticada até Assis.

Santuário de Santa Rita de Cássia

Saindo de Roma, a logística para chegar até Cássia não é das mais simples. A primeira opção é pegar o ônibus E433 que saí da estação de Roma Tiburtina às 7h30 e chega em Cássia às 10h30 e, na volta, optar pela corrida que saí de Cássia às 15h30 e chega em Roma Tiburtina às 18h30.

A segunda possibilidade é, em Roma Termini, pegar um trem até Spoleto (não há estação ferroviária em Cássia) e de lá um táxi ou ônibus até Cássia. A distância entre as duas cidades é de quase 50 km.

Para não perder tempo com vários deslocamentos, você pode reservar um bate-volta com a nossa agência parceira. Pegamos você em seu hotel, levamos você até Cássia com acompanhante em língua portuguesa e de lá vamos até Assis. Almoçamos na cidade de São Francisco, passeamos por lá e então levamos você de volta até o seu hotel. Para saber mais sobre esse tour, escreva para postitalyblog@gmail.com

Dica: A estrada para chegar até Cássia é bem sinuosa e repleta de curvas. Se você sofre de enjoos, lembre de levar remédio.

Leia também outros posts sobre a região da Úmbria:

Bate-volta Roma Spoleto, patrimônio da humanidade na Umbria

Gubbio: Úmbria medieval que encanta

La Scarzuola, a mística cidade ideal na região da Úmbria

Bate-volta Roma Orvieto, uma experiência inesquecível

La notte del Barbacane, o histórico assalto à Città della Pieve

Perugina e a história de amor que inspirou o bombom Bacio

Como ir de Roma a Assis e aproveitar o melhor da cidade. Um tour que faz bem para a alma.

Se você encontrou dicas e informações úteis nesse blog, uma maneira legal de retribuir o Post-Italy.com é comprar antecipadamente, online, os seus ingressos para atrações italianas, inclusive o Roma Pass, com o nosso parceiro, a Get your Guide. É rápido, em português e você recebe os vouchers diretamente por em-mail. Todo mundo sai ganhando e você evita filas em qualquer cidade da Europa! Você pode dar uma olhada na página da Get your Guide e conferir.

TRANSFERS: Se procura motoristas confiança para te pegar no aeroporto ou para te acompanhar até o hotel ou em qualquer bate e volta, reserve o seu transfer.

RESERVA DE HOTÉIS: Esse blog só existe graças à colaboração de cada um dos leitores. Por isso, se você realizar a sua reserva através dos links do Hostelsclub ou do Booking.com aqui no Post-Italy.com, as plataformas repassam uma pequena comissão para nós e você paga menos pelo seu hotel. Você apoia o nosso site e já sai do Brasil com tudo programado.

SEGURO DE VIAGEM:  Ninguém merece imprevistos durante uma viagem. Compare preços e reserve também o seu seguro de viagens, evitando qualquer perrengue durante a sua permanência no exterior.

Seguro viagem geral 300x250

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *